Técnica: Não há evidências, por isso sou ateu

Essa técnica é normalmente executada em conjunto com o estratagema “Não se prova a inexistência”.

Com aquele, o neo ateu alegaria que não se prova inexistência, e portanto o ônus da prova seria dos teístas. Obviamente, um raciocínio completamente fraudulento, pois na verdade o ônus da prova é de quem alega, seja existência ou inexistência.

Já aqui o neo ateu tentará dizer que “na ausência de evidências, o certo é ser ateu, portanto ele é ateu”.

Na verdade, o truque é tradicional do cientificismo, em que ele alegaria a ausência de evidências empíricas, e como evidências empíricas não seriam disponibilizadas, assumiria que não há evidências.

Mas nesse caso o neo ateu jamais passa do zero quando ele é colocado sob questionamento.

Eu sugiro o questionamento padrão de lhe exigir que “descreva as evidências”.

Essa parte é essencialmente importante, pois ele não terá o direito de dizer o “tipo” de evidências (por exemplo, “evidências empíricas”), mas sim dar a descrição exata das evidências esperadas.

Como no exemplo da adoção do padrão de qualidade ISO 9.000.

Um auditor irá procurar evidências do “compliance” com a ISO 9.000, e se alguém questioná-lo a respeito das evidência esperadas, ele irá citar a norma que contém a descrição exata de tudo que é esperado.

E se um auditor não consegue descrever a(s) evidência(s) esperada(s), podemos chamá-lo de desonesto, pois ele está mentindo ao dizer “não há evidências”.

Isso é extremamente essencial para qualquer questionamento sobre investigações. A frase “não há evidências” só pode ser proferida com a descrição EXATA das evidências esperadas.

Isso ajuda a quebrar vários outros truques que eles tentam, como por exemplo dizer que “Não há evidências para Papai Noel e para Deus, então são iguais”.

Só que deve ser exigido a ele que descreva todas as evidências esperadas para ambos os casos, e então ser feita a comparação das evidências esperadas.

Normalmente ele vai tentar fugir de fornecer a descrição, pois só com isso já teremos informação suficiente para mostrar que o truque foi somente retórica desonesta.

Da mesma forma, se ele disser que “Deus é igual a Thor, portanto para os dois as evidências são as mesmas”, exija que ele descreva as evidências esperadas para ambos e compare logicamente. Além de tudo, exija que ele cite o motivo pelo qual citou as evidências esperadas nos dois casos. Isso se ele tiver a pachorra de descrever as evidências, o que raramente acontece.

Nesse caso, o neo ateu poderá dizer: “Ah, eu quero uma foto de Deus, ou uma aparição aqui ao meu lado”, o que automaticamente irá também desmascará-lo, pois os argumentos para a existência de Deus não dependem deste tipo de evidências.

O framework é simples:

1. Alegador profere expressão “não há evidências”
2. Exija que ele descreva com exatidão as evidências esperadas
3. Se ele não descrever as evidências esperadas com exatidão, então ele está desmascarado, ficando claro que ele sequer investigou evidências
4. Caso ele descrever as evidências esperadas, e for mostrada a geração de um espantalho, devemos desmascará-lo também
Todo investigador em qualquer área pode ser submetido ao mesmo questionamento, e não apenas no debate argumentativo, mas em qualquer tipo de investigação.

Alguém que não sabe descrever exatamente as evidências esperadas não poderá dar o parecer da “inexistência de evidências”, pois é em cima da descrição exata das evidências é que será feita a avaliação do achado ou não dessas evidências.

http://lucianoayan.wordpress.com/2010/08/02/tecnica-nao-ha-evidencias-por-isso-sou-ateu/

Anúncios

Publicado em 15 de outubro de 2010, em Neo ateísmo. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: