Por que Wojtyla não se tornou ”santo logo”, imediatamente depois da morte?

(IHU) Muitos prelados queriam ignorar os tempos, mas Ratzinger preferiu o caminho da beatificação.

A reportagem é de Andrea Tornielli, publicada no jornal La Stampa, 27-04-2011. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Nas primeiras semanas do seu pontificado, Bento XVI levou seriamente em consideração o pedido de proclamar o Papa Wojtyla “santo já”, isto é, de abrir diretamente um processo para a canonização, pulando o grau intermediário da beatificação. Um evento que teria sido sem precedentes na época moderna.

Ratzinger não disse logo que não: avaliou a proposta que dava forma a uma aspiração do próprio secretário particular de Wojtyla, Stanislaw Dziwisz. Pediu conselhos para alguns colaboradores da Cúria Romana e, no fim, estabeleceu que permitiria logo a abertura do processo, sem esperar os cinco anos da morte, mas sem pular o grau de beato.

É preciso voltar à grande emoção dos dias posteriores à morte de João Paulo II para compreender o que aconteceu nos sagrados palácios do outro lado do Tibre. Os cardeais, enquanto se reuniam para decidir o desdobramento dos funerais e para preparar o conclave no qual Bento XVI seria eleito, acompanhavam o rio ininterrupto de pessoas que desfilavam diante dos restos mortais de Wojtyla.

O cardeal eslovaco Jozef Tomko, prefeito emérito da Propaganda Fide e amigo do Pontífice recém falecido, fez-se promotor de uma coleta de assinaturas entre os colegas purpurados para pedir que o novo Papa, quem quer que fosse, abrisse a causa para levar o antecessor aos altares. O então decano do Colégio Cardinalício, Joseph Ratzinger, na homilia da missa fúnebre, falou de Wojtyla assomado à janela do céu, e as suas palavras foram consideradas como um viático para a auréola. Logo depois da eleição, foi o cardeal Ruini que lhe apresentou o abaixo-assinado dos purpurados. Da parte de Dziwisz, ao contrário, chegou a Bento XVI a sugestão de proceder à proclamação a “santo já”.

Ratzinger, que havia conhecido Wojtyla de perto e havia sido um dos seus mais longevos e estreitos colaboradores, quis avaliar com calma os prós e os contras: de um lado, a fama de santidade disseminada em nível popular e a excepcionalidade da figura do antecessor; de outro, as regras canônicas e o impacto que uma tal exceção teria, passando logo para uma proclamação de santidade.

O novo Papa sabia bem que algo semelhante havia sido levado em consideração apenas dois anos antes, em junho de 2003, quando o secretário de Estado Angelo Sodano havia escrito uma carta em nome de João Paulo II a alguns cardeais da Cúria Romana, pedindo-lhes um parecer sobre a possibilidade de logo proclamar santa madre Teresa de Calcutá, sem passar pela beatificação. Ao Papa Wojtyla não desagradava essa ideia, mas ele quis consultar os colaboradores, que o aconselharam. Assim, madre Teresa tornou-se beata, não santa.

Consultados alguns colaboradores, Bento XVI, portanto, seguiu a mesma linha. Decidiu anular aquela espera de cinco anos, mas estabeleceu que a causa do antecessor, mesmo seguindo um caminho preferencial enquanto aos tempos, ocorresse segundo procedimentos regulares, sem atalhos ou descontos. O fato de que a apenas seis anos da sua morte João Paulo II se tornará beato já é, por si só, um fato excepcional. Há mais de um milênio, de fato, um Papa não eleva aos altares o seu antecessor imediato.

O último Papa que foi desejado como “santo já”, antes de Wojtyla, foi João XXIII: os padres do Vaticano II propuseram ao seu sucessor Paulo VI que o canonizasse no Concílio, por aclamação. Também dessa vez, o Papa preferiu agir diferentemente e fez com que fosse iniciado um processo regular para Roncalli, colocando ao seu lado um outro processo para Pio XII.

Fonte:http://fratresinunum.com/2011/04/28/por-que-wojtyla-nao-se-tornou-santo-logo-imediatamente-depois-da-morte/

Anúncios

Publicado em 29 de abril de 2011, em Comunicados aos Cristãos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: